12/09/2012

O pedido é simples, na verdade


O que eu quero mesmo é apaixonar-me. Quero o coração a bater forte, a ansiedade das horas contadas, a certeza de te saber à minha espera. Quero trocar confidências inocentes e beijos esquecidos, escrever o meu nome em pequenos papéis que espalho pelos teus bolsos, partilhar contigo as gomas, os segredos, os chocolates e as nuvens de algodão que sempre estarão no nosso céu.  Quero caminhar contigo de mãos dadas, contar as estrelas dos teus olhos, aninhar-me na paz dos teus braços.

Não quero estar contigo num dia com hora marcada. Que chegues na pressa, programado para o que tens de fazer e me tomes de assalto e te uses de mim e finjas que sou tudo o que queres e me deixes largada, me vires as costas sem saber o que dizer. Não quero o embaraço da lucidez, os corpos nus que se escondem nas roupas despidas com postiça deferência. Não quero a conversa de circunstância, os mal-disfarçados olhares contínuos para o relógio e a urgência de estar noutro lugar. Não quero voltar para casa, contar "mais um" que foi "mais nada". Não quero sentar-me na cama e lembrar que há mais do que isto.

Quero tardes sentadas em bancos de jardins, mãos que procuram as minhas, ouvir o que os teus dedos dizem aos meus. Quero o coração a bater no compasso da paixão. Quero o que é simples, a ternura que não precisa de planos escritos em agendas, o que acontece pela soma de duas vontades. A+B=C. Quero ouvir os teus segredos sussurrados pela satisfação do teu coração aquecido, contar as riscas da tua camisa enquanto as tuas mãos adivinham os fios do meu cabelo, os nossos pés adormecidos em sereno repouso. Quero que me apertes no silêncio que fala mais alto do que as nossas palavras e é poesia - o céu e a terra, um livro aberto de emoções escritas de olhos fechados pela pontas dos dedos que escrevem letras imaginárias nas linhas das nossas costas.

40 comentários:

  1. Lindo!
    Também quero isso tudo e ao mesmo tempo tenho medo de o querer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenhas. :) Apenas certifica-te que vais fazer tudo para não perderes.

      Eliminar
  2. :) mais tarde ou mais cedo acontece!

    ResponderEliminar
  3. Como tu mesma dizes, e eu concordo, o pedido é simples. O porquê de ser difícil existir uma paixão assim, em retorno, é que não se percebe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu tive uma assim. Ainda não me conformei, por mais que os anos passem.

      Eliminar
    2. Talvez não te conformes nunca com essa perda... Há que viver com o que não podemos alterar.
      Mas irá surgir outra assim, ou ainda "em melhor" ;) qui ça?

      Eliminar
  4. Sim, o silêncio é poético, mas estas palavras gritam poesia em todas as sílabas.

    ResponderEliminar
  5. Dos textos que mais gostei de aqui ler.
    Muito bom e bonito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso! Um comentário? Ainda por cima a comentar mesmo e ainda mais por cima elogioso? Estás com febre, POC?

      Eliminar
    2. Estive afastado, estou aos poucos a regressar :)

      Eliminar
  6. É tão simples que se mostra ridiculamente complexo.
    O Homem sempre gostou de complicar.

    Minha querida... belo, muito belo.
    (Ouve lá, mas tu deixas de me lançar poeira para os olhos? Já não posso com as alergias :) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Não é areia nos olhos. Não estou apaixonada (nem tenho grnade vontade, aliás), nem em vias de. Digamos apenas que houve uma possibilidade do 2º parágrafo que me deixou a pensar (e depois passou à escrita) que o que eu quero mesmo é o 1º e o 3º.

      Eliminar
    2. you miss understand me :)

      O motivo do lançamento de areias e partículas para os olhos, não era com o objectivo de te "acusar" de sentires algo, ou não.
      É só porque sou uma menina sensível...

      O resto eu percebi :D

      Eliminar
    3. Cachopa, como diria o Eça, estou positivamente à nora. loool

      Eliminar
    4. Sério? (suspiro)
      Quantos textos teus me deram comichão nos olhos?
      Well... you have to stop, the fountain is drying... :D

      Get it? (expectante)

      Eliminar
    5. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!
      Apanhei. :)
      São coisas muito semelhantes, querida, muito semelhantes. :)

      Eliminar
    6. Eu sei, eu sei :)
      I forgive you my dear! ahah

      Eliminar
    7. Era o que mais faltava não o fazeres! ;)

      Eliminar
  7. Anda muito requisitada. Faça bom proveito. Depois publique fotografias do momento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ando muito requisitada, nem pouco, diga-se. Apenas houve a possibilidade, que foi tentadora, interessante e fofinha. Ainda assim, de momento não me chega.

      Fotografias? Não anda já farto delas?

      Eliminar
  8. Se surgiu a possibilidade, é porque houve requisição.
    Sobre fotografias, as leitoras andam-se a portar mal e não estão a contribuir para a causa. Poderei ter que intervir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É desta que o vemos lá no tasco em boxers com ursinhos e havaianas nos pés?

      Eliminar
  9. Irrita-me não conseguir "Responder" no sítio certo. A resposta, elaborada e algo extensa é "Não".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos nós temos de viver com as pequenas coisas que nos irritam (é no responder pequenino). Ohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, sério? Porquê? PORQUÊEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE????????

      Eliminar
  10. Mas isso vai acontecer não duvidas. todaa gente quer e encontra isso resta saber se aproveita...até eu nao sou só aventuras
    Beijoca adoro o teu blog...tenho novos posts no meu cantinho...aguardo a tua visita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até tu não és só aventuras? lol Também não diria que o fosses, nós nunca somos só uma coisa, mesmo que não o admitamos. ;)

      Ai, sim? On my way. :)

      Eliminar
  11. A-DO-REI!
    Um dos pedidos mais simples do mundo e tão dificil de conseguir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Agora estou assim radical, ou isto ou nada. Não tenho paciência para coisinhas.

      Eliminar
  12. E não é pedir muito... digo eu.
    :)


    ResponderEliminar
  13. Como te compreendo! Recentemente li algures num livro: "todas as mulheres escondem no fundo do coração, ao mesmo tempo, o medo de amar e o desejo de amar".
    Um dia esse teu pedido será concretizado ;)

    ResponderEliminar
  14. Eu não posso vir ao teu blog. O meu coração não aguenta.
    Gostei muito :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (Vou-te contar um segredo, eu tenho quotas num consultório de cardiologistas, a minha única função é angariar-lhes clientes. ;))

      Obrigada. :)

      Eliminar
  15. Gostei muito! Eu também já sinto falta de me sentir assim de novo. Também já o tive e já o perdi.

    ResponderEliminar
  16. E fizeste-me lembrar quão bom pode ser sentir aquilo que descreveste. Saudades.

    ResponderEliminar